Blog

5 dicas para facilitar a gestão financeira de sua escola

5 dicas para facilitar a gestão financeira de sua escola

Fazer uma gestão ótima dos recursos de uma escola não é uma ocupação tão fácil quanto alguns pensam. Existem muitos aspectos para tomar conta, do material de trabalho às folhas salariais dos professores, e pequenos deslizes podem ter reflexos sérios na qualidade do ensino que se pretende imprimir na instituição.

Por isso, é essencial que exista um planejamento de gastos e uso dos recursos que seja coerente com aquilo que se quer desenvolver pedagogicamente na escola, considerando os objetivos e metas traçadas. Que tal ver algumas dicas para facilitar a gestão financeira da instituição de ensino que você dirige?

Defina as prioridades dos gastos

É importante que o gestor (ou diretor da escola) tenha uma visão geral e profunda sobre o que o local mais necessita no momento presente para aperfeiçoar suas operações de ensino e aprendizado. Diante do que for apostilado — de obras de reparo à formação e atualização do grupo docente — a escola vai poder direcionar melhor os recursos que tem em mãos.

Elabore um orçamento geral

Deve-se detalhar o plano de despesas e custos da escola fazendo uma estimativa rigorosa dos recursos arrecadados e uma previsão de gastos. Separe e monitore:

  • As despesas correntes, que se referem à manutenção diária da instituição;

  • e as despesas de capital, que dizem respeito à compra de equipamentos e execução de obras, por exemplo.

Uma ferramenta que não pode ser esquecida em nenhum instante, portanto, é o controle do fluxo de caixa, a fim que se perceba claramente não só os valores, mas também as datas de quando entram e quando saem os recursos da escola.

Identifique e corte gastos desnecessários

Ainda que sua escola tenha um aporte financeiro invejável, é conveniente averiguar os gastos que não sejam necessários e possam, ao menos, ser diminuídos. Essas despesas podem comprometer a saúde financeira da instituição em outros momentos, quando a situação não for tão favorável, por isso é imprescindível estar sempre atento a elas.

Construa uma reserva financeira

Se você conseguir cortas as despesas supérfluas, vai poder criar uma reserva financeira para o futuro. É conveniente ter uma quantia economizada para usar nos momentos de emergência, como obras urgentes ou instalação de novos equipamentos que não haviam sido conjeturados anteriormente.

Faça um acompanhamento financeiro com um software de gestão

Independentemente do tamanho de sua escola, vale a pena contar com a ajuda de uma solução tecnológica no intuito de construir orçamentos mais sólidos, controlar bem o fluxo de caixa e otimizar seus registros e lançamentos financeiros.

Um software de gestão diminui as chances de erros humanos e proporciona mais segurança no controle, principalmente se o programa reunir módulos para a gestão financeira e áreas específicas de educação. Dessa forma, o gestor será capaz de planejar melhor os recursos da instituição de ensino, com dados agrupados em um só sistema.

Economizar, controlar bem as finanças e administrar o orçamento são propósitos de qualquer organização, e conservar olhos atentos a isso é o principal fator para prevenir que a escola tenha contratempos financeiros no futuro.

Como você e sua equipe vêm cuidando da gestão financeira de sua escola? Comente compartilhando suas dúvidas e aproveite para dar uma olhada também no nosso post com 3 formas de melhorar a gestão financeira da sua escola!

26 de Março de 2015, 20:41
Especialista CBK
software, Gestão Financeira, Educação, Financeira, Escola, Empresa, Faculdade , Sistema Online

Sobre o autor

Especialista CBK
Especialista CBK

Nossa equipe é formanda por profissionais especialistas na área de gestão financeira focada em vários segmentos de prestação de serviços. Nosso time de gerentes, programadores, analistas e redatores estão sempre prontos para sanar todas as suas dúvidas e auxiliar no que mais for possível. Fale conosco!